XI Encontro de Matilhas solidário bate recorde em Macedo de Cavaleiros

capa

Depois de 11 anos o Encontro de Matilhas voltou a realizar-se no concelho de Macedo de Cavaleiros (Morais, Castro Roupal, Gralhós e Talhinhas) com um recorde histórico em participação de monteiros e quadro de caça.

Neste evento venatório, que decorreu no passado dia 23 de Dezembro, participaram 23 matilhas a título gratuito, toda a receita angariada reverteu a favor da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros.
Para o patrono do Encontro de Matilhas e também director do Clube de Monteiros do Norte (CMN), o matilheiro Valter Cadavez, o balanço do evento foi “muito positivo” porque reafirmou a espírito de solidariedade não só dos matilheiros mas também dos caçadores com as cerca de 200 portas preenchidas.
“A realização deste evento sem fins lucrativos é uma responsabilidade social dos intervenientes do sector cinegético. Reverte sempre a favor de uma instituição do concelho onde se realiza e tem evoluído de ano para ano há mais de uma década”, refere acrescentando que, além disso, esta é também a festa dos matilheiros onde, depois da jornada de caça, convivem e partilham experiências.
A organização ficou a cargo do Clube de Monteiros do Norte, do Clube Desportivo e União de Caçadores de Morais, da Associação de Caça e Pesca de Castro Roupal e da Associação de Caçadores de Gralhós e Talhinhas que não hesitaram a ceder a mancha para a causa.
“Sabendo que era um encontro solidário quando fomos solicitados concordamos de imediato a ceder uma mancha para a realização da Montaria. Esta é também uma forma de trazer uma dinâmica à nossa aldeia pois conseguiu-se juntar aqui mais de 300 pessoas, o que é óptimo”, frisa o dirigente da Associativa de Morais, Luís Frutuoso.
O presidente do CMN, Nelson Cadavez, enaltece que os monteiros e os caçadores vão tomando consciência que, pela via do acto venatório, também podem contribuir para a sociedade, assumindo um papel de responsabilidade social. Frisa que foi notória a vontade dos participantes em contribuírem, registando-se uma elevada participação e mobilização que também se reflectiu no leilão do quadro de caça cujo valor ficou acima do habitual.
Foram cobrados 26 javalis numa mancha que, segundo o vice-presidente do CMN, Rui Cepêda, é relativamente aberta com algumas dificuldades em termos de marcação de portas mas muito bem tratada o que se reflectiu numa excelente jornada de caça.
O corpo activo e direcção dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros fez-se representar no evento por dois bombeiros e o ajunto do comando Paulo Venceslau que demonstrou uma grande satisfação por este acto de solidariedade por parte das entidades envolvidas e frisou que esta associação estará sempre disponível em cooperar com o sector.
Também o vereador do Município de Macedo de Cavaleiros, Rui Vilarinho, não deixou de realçar a importância que estas iniciativas têm para o concelho. “As actividades cinegéticas são um elemento preponderante para o desenvolvimento do nosso concelho e por isso apoiaremos sempre que nos for possível”, afirma.
O Encontro de Matilhas realiza-se sempre nas vésperas de Natal em concelhos diferentes e é umas das festividades mais importantes dos caçadores do Norte, com um espírito solidário e jornadas de caça exemplares.

Comentários